#
Artigos
Dicas
Dicas

A CIÊNCIA DA IMPRESSÃO


Texto publicado na revista Recicla Mais, nº 164 de agosto de 2015



Esse é o título da nova propaganda da HP contra os cartuchos recondicionados que pode ser vista neste link - http://www8.hp.com/br/pt/ads/science-of-printing/overview.html?jumpid=va_qw68apxsyz?jumpid=em_5sp84tx3zj&rid=8030A8A5FC02451BAC7F12882FF1457C


São 4 vídeos - Vitima da moda, Biscoitos suspeitos, Laranja-limão e Desaparecimento.


O Vítima da moda trata de vazamento. O Biscoito suspeito é sobre falhas de impressão. O Laranja-limão é sobre cor com densidade de impressão divergente do que deveria ser. E o Desaparecimento trata do uso de pó de toner não adequado para o modelo de impressora.


Nada contra a HP fazer propaganda de seus produtos. Afinal sabemos que os cartuchos originais são bons.


O que absolutamente não concordo é a generalização em afirmar que todos os cartuchos recondicionados são ruins e podem danificar a impressora.


Mas voltemos aos vídeos:


Os quatro vídeos parecem episódios do CSI onde "agentes" investigam o "crime" e levam as provas para o laboratório onde um “técnico” sempre tem a mesma resposta: cartuchos recondicionados foram os responsáveis pelos acidentes.


No Vítima da Moda, uma funcionária vestindo um casaquinho branco chega perto de uma impressora e após abaixar em frente a ela solta um grito. Nada mais é mostrado até que os "agentes" chegam para investigar o "crime".


Os "agentes" acham o casaco manchado de vermelho em uma lata de lixo e o levam ao laboratório para ser analisado pelo "técnico".


O "técnico" chega a conclusão que o acidente aconteceu quando a funcionária trocou o cartucho magenta da impressora e este vazou no seu casaquinho branco.


O "laudo" do "técnico" foi que a mancha vermelha no casaco da funcionária foi causada pela "tinta que vazou deste cartucho recondicionado" e "que as peças internas foram danificadas".


Tinta????


Peças internas danificadas???


Pó de toner não é tinta. Que técnico chamaria pó de toner de tinta?


E desde quando vazamento de toner danifica as peças internas de um cartucho?


No máximo, um vazamento suja algumas peças internas. Nada que uma limpeza não resolva.


No próximo vídeo, Biscoitos Suspeitos, dois funcionários conversam sobre o alto consumo de biscoitos. 30.000 biscoitos no mês e 42.000 biscoitos no mês anterior.


Novamente o "caso" é levado para os "agentes" que após procurarem pelas pistas levam o caso para o 'técnico".


O "técnico" compara o arquivo digital com a cópia impressa e chega a brilhante conclusão que o culpado pela confusão entre 300.00 e 300 00 é o cartucho recondicionado.


Sua conclusão é: "cartuchos recondicionados como esse podem causar um erro de impressão a qualquer momento".


Mas vamos observar com atenção o arquivo digital e a página impressa.


No instante 1:19 do vídeo podemos ver claramente os dois: a página impressa não possui nenhuma falha de impressão. O chapado cinza de ambos são idênticos. E embora o cartucho recondicionado tenha sumido com o ponto do 300 00, outros pontos menores estão perfeitamente impressos.


E se repararmos com mais atenção ainda podemos ver que este cartucho recondicionado era tão ruim que até deslocou para a esquerda a posição dos zeros que seriam os centavos.


Nunca vi um erro de impressão que seja capaz de apagar um ponto em um local especifico da folha e não aparecer em nenhum outro local da página.


No vídeo Laranja-limão um guarda de segurança faz a sua ronda quando encontra uma substancia pegajosa e chama os "agentes" para investigar. Eles encontram uma carga de laranjas podres entregues pela empresa laranja de laranja que talvez faça parte do cartel das frutas (?????).


Levando o caso para o "técnico" este chega a conclusão que o folheto da empresa laranja de laranja foi impresso em amarelo parecendo limões ao invés de laranja como as laranjas porque foi usado cartucho recondicionado e a mistura do magenta e amarelo não foi a ideal.


Densidade de impressão é um fator crítico para os cartuchos coloridos e novamente a HP erra ao generalizar que todos os cartuchos não originais são ruins.


No último vídeo, Desaparecimento, um funcionário vaga por corredores e baias desertas e chama os "agentes" para investigar o desaparecimento dos outros funcionários.


O "agente" acha que o desaparecimento foi causado por um contato imediato com alienígenas e a "agente" o manda ter um contato imediato com o carpete do escritório usando uma luz UV a procura de amostras.


O resultado da procura é levado para o "técnico" que identifica pó de café descafeinado, café com leite, presunto e pó de toner recondicionado.


E a conclusão do técnico foi que o pó do cartucho recondicionado imprimiu as páginas até derreter e que o toner recondicionado tem um ponto de fusão elevado e, ao invés de liberar tinta de forma suave, fica pegajoso.


E novamente a palavra errada é utilizada. Pó de toner não é tinta. Por tinta entendemos algo liquido ou no máximo pastoso. Toner é um pó extremamente fino e é composto, na sua grande maioria, por algum tipo de plástico.


Em todos os vídeos a conclusão final do "técnico" é que somente os cartuchos originais HP são indicados para uso, pois estes não vazam, não causam falhas de impressão, possuem a densidade de cor correta e o ponto de fusão ideal.


Essa é a conclusão óbvia da HP.


Mas não é a minha.


Há muito tempo perdi a esperança de ver empresas OEM isentas o suficiente para reconhecer que cartuchos recondicionados possam ter qualidade similar aos dos originais.


Minha experiência depois de 25 anos trabalhando no laboratório de controle de qualidade do Banco do Brasil é exatamente oposta à conclusão do "técnico" da HP.


Cartuchos adequadamente recondicionados possuem qualidade de impressão e rendimento iguais ou melhores do que os cartuchos originais.


Mas enfatizo o ADEQUADAMENTE.


Para os que não se enquadram nesta categoria, a crítica da HP é válida.


Quando um cartucho não é adequadamente trabalhado, algumas áreas sem a vedação adequada podem causar vazamento.


Quando não utilizamos insumos adequados nem trocamos os itens obrigatórios, falhas de impressão podem acontecer.


Quando usamos pó de toner colorido com a densidade de cor incorreta, podemos esperar tudo menos a cor correta quando da impressão.


E cada impressora possui um ponto de fusão determinado e o cartucho adequadamente recondicionado leva isso em consideração.


Os fabricantes de insumo, toner, cilindros, lâminas e demais itens que compõe um cartucho de toner são empresas de grande porte que inclusive vendem seus produtos para os OEM.


Achar que esses produtos quando estão em um cartucho OEM são bons e quando estão em um cartucho adequadamente recondicionado são ruins não faz o menor sentido.


Obviamente existem cartuchos que se enquadram nos problemas descritos nos vídeos da HP e eu mesmo já tive a oportunidade de ver vários quando da análise de amostras no Banco do Brasil.


Mas volto a repetir que nenhum destes podiam ser considerados como adequadamente recondicionados.


Absolutamente não concordo com a generalização que a HP faz ao criticar o cartucho recondicionado sem critério algum.


A HP podia ter a humildade de reconhecer que os cartuchos adequadamente recondicionados possuem a mesma qualidade do que o original. Mas isso seria esperar muito né?

Não se deixe enganar pela propaganda da HP.


Existem sim empresas brasileiras que possuem cartuchos adequadamente recondicionados. Não são muitas mas elas existem.


Caso sua empresa necessite de cartuchos adequadamente recondicionados, a EQual Consultoria pode lhe ajudar.


Com a mesma metodologia aplicada no Banco do Brasil, posso garantir a qualidade dos produtos adquiridos.



Roberto Palmer
EQual Consultoria em Qualidade – Brasília-DF

Copyright © 2010-2015 - Equal Consultoria em Qualidade - Todos os direitos reservados